Páginas

16 janeiro 2017

Amanheceres de Janeiro / January Dawns

Os amanheceres tem sido gelados. É certo que não tão frios como no resto da Europa mas ainda assim gelados. Ontem estavam -1ºC ao nascer do Sol.
Para as crianças tem sido amanheceres encantadores para brincar no quintal.

Dawns have been freezing. Not as cold as in the rest of Europe nevertheless still freezing. Yesterday, at sunrise, it was -1ºC .
Children have been enjoying very much they play time at dawn in the backyard.




03 janeiro 2017

Janeiro / January

Depois de vários dia em família, onde só o estarmos juntos já faz a diferença, chegámos a janeiro. Depois das festas, já com alguma saudade das últimas semanas,  as rotinas instalam-se preguiçosamente nos nossos dias. Olho o ano que se inicia com optimismo e quero que seja melhor do que anterior  e depois de rever 2016 escrevo as minhas intenções para 2017 na esperança que se concretizem. A seu tempo tudo virá porque tudo tem um tempo para acontecer.
É precisamente com "O Tempo das Coisas" o delicioso calendário para 2017 da Inês Milagres que inicio este ano o blog. Com a promessa de reavivar este blog e a esperança que, quem habitualmente me visita, sempre que tenha um pouco de tempo, passe aqui pela Horta Encantada.

Desejo a todos, um excelente ano de 2017!

January arrived. Being in family during the holidays was wonderfull. Already missing the holidays, our routines are settling with laziness in our days. Looking at the year that now starts with optimism I want it to be better than the last one. After reviewing 2016 I write my intentions for 2017 in the hope that they will materialize. In due time everything will come, everything has a time to happen.
It is precisely with "Tempo das Coisas" (The Time of Things) the delicious calendar for 2017 of Inês Milagres that I start this year here on the blog. With the promise to revive this blog, hoping you keep visiting me whenever you have a little bit of time.

Wish you all a great year of 2017!



30 dezembro 2016

(Quase) Todos os Amanheceres de 2016 / (Almost) All 2016 Dawns

Na janela do meu quarto tenho uma vista privilegiada para todos os amanheceres. É incrível como na cidade nunca me tinha apercebido da beleza do clarear dos dias. Com certeza por causa dos prédios vizinhos que escondiam este pequeno (grande) milagre diário . Aqui pelo campo todas as manhãs me maravilho, salvo nos dias de chuva ou nevoeiro (às vezes até nesses a beleza aparece), com a chegada do Sol.  No inicio de 2016 resolvi fotografar todos os amanheceres que conseguisse. Hoje na Véspera do ano terminar partilho aqui  alguns (muitos) amanheceres em jeito de balanço deste ano difícil para mim, onde a luz e cor dos amanheceres fez toda a diferença.

Desejo-vos um ano novo muito especial cheio de amor e carinho. Que a luz dos amanheceres encha os nossos dias e os nossos corações de luz... Um brinde a 2017!

I've a room with a privileged view to dawns. It is incredible that in the city I had never realized the beauty of  a sunrise. Certainly because of the neighbor buildings that used to hid this small (big) daily miracle. Here, in the countryside every morning I marvel, except on rainy or foggy days (sometimes even in these the beauty appears), with the arrival of the Sun. At the beginning of 2016 I decided to photograph all dawns I could get. Today, on the news year eve, I share with you some of them like a reflection on this difficult year for me. The light and color of dawns made all the difference on my days.

I wish you a very special new year full of love and affection. May the dawn light fill our days and our hearts with light ... A toast to 2017!


23 dezembro 2016

Feliz Natal / Merry Christmas

O Natal está a chegar e aqui pela Horta fazem-se os últimos presentes. As bolachas já estão feitas há uns dias e hoje termina-se os saquinhos de Ervas Aromáticas da Horta embrulhadas em papel vegetal e saquinhos de papel feitos com livros antigos (cujo o destino era o lixo).

Desejo-vos a todos um Feliz Natal com muito amor e harmonia.  


Christmas is coming. Today is the day to make the last presents. Biscuits were made a few days ago and today the sachets of Aromatic Herbs from Horta Encantada are being wrapped up in baking paper and paper bags made with old books (whose destination was garbage).
I wish you all a Merry Christmas with much love and harmony.

19 outubro 2016

Comida do Bosque / Food from the Woods

Gostamos muito de farinha de bolota para cozinhar. Para além do delicioso pão já fizemos bolos e bolachas com ela e a última experiência foram farinheiras de bolota. Uma delicia! Por isso há que aproveitar a época para repor o nosso stock e fazer uns belos passeios pelos bosques. 



We love acorn flour for cooking. Besides the delicious bread we already made cakes and biscuits with it and the last experiment was some wonderfull "farinheiras" of acorn (a kind ou flour and pork fat sausage ). Autumn is the rigth time to replenish our stock and meanwhile take some beautiful walks through the woods.



18 outubro 2016

Tesouros / Treasures

Que preciosos tesouros encontraram as crianças. A semana passada, depois da chuva, debaixo de uma árvore, encontraram um ninho. Hoje encontraram penas de pintassilgo no quintal.


What precious treasures the children found. Last week, after the rain they found a nest under a tree. Today they found some goldfinch feathers in the yard.



23 setembro 2016

Physalis desidratado / Dehydrated Physalis

Na época da abundância, como todos os anos, a palavra de ordem cá por casa é desidratar. Este ano fizemos pela primeira vez a experiência de desidratar Physalis.
Embora um balde de Physalis tenha rendido apenas meio frasco valeu a pena. O sabor é maravilhoso, quanto a mim, melhor do que Physalis fresco.
Note to self: Experiência a repetir!


Every year at fall it's time for dehydrate. This year we tried to dehydrate Physalis for the first time. Although a Physalis bucket has only yielded half a bottle, worth it. The flavor is wonderful better than fresh Physalis.
Note to self: Repeat this experience!

22 setembro 2016

Primeiro Dia de Outono / First Day of Autumn

Finalmente chegou o outono. Sinónimo de lugar seguro e aconchego tardou em chegar o outono depois de um final de primavera e verão cheios de trabalho. Com os seus dias com temperaturas amenas e acolhedores dias mais pequenos que convidam a chá com bolachas no aconchego de casa. O  outono é sempre um recomeço. Quando a rotina dos dias se instala, como todos os outonos, regresso ao blog.

Feliz outono para todos os que visitam a Horta Encantada!



Finally fall has arrived. Fall is a safe place after a late spring and summer full of work. Mild temperatures and smaller days that invite us to coziness. Drinking tea, baking cookies at home. Autumn it's always a fresh start. When the routine of the days sets in, as every fall, I return to blog.

Happy Autumn to all who visit the Horta Encantada!

04 junho 2016

Ainda Aqui! / Still Here!

Temos andado desaparecidos mas por uma boa razão, temos andado afincadamente a estudar. No intervalo do estudo temos remodelado a casa. Ontem a remodelação foi por fora da casa e este foi o resultado. Adoramos!
O que acham?

We have been missing here at the blog but for a good reason, we have been studying hard. In the range of the study we've been refurbishing the house. Yesterday we were outside painting the house and this was the result. We love it!
What do you think?

06 abril 2016

E se fosse eu?

E se fosse eu? Deixar tudo e partir com a mochila às costas como um refugiado. (ver mais aquihttp://www.esefosseeu.pt/
Estas foram as escolhas da Leonor e do André: Comida, água, pasta de dentes e escova, escova de cabelo, roupa, fósforos, papel higiénico, carteira, pensos rápidos, um boneco e um livro. Foram minutos de muita emoção e tensão aqui por casa enquanto, em urgência, colocavam nas mochilas o que acham ser o essencial à sobrevivência. No final mostrei-lhes o vídeo do link e choramos os 3 emocionados por ver o drama real daquelas pessoas.
Um bom exercício para nos colocarmos no lugar dos outros e sentirmos as suas dores e angústias.



22 março 2016

No Fim do Arco-Íris / At The End of The Rainbow

Há dias em que as boas notícias tardam mas não falham. Ontem mesmo ao final do dia, tive a confirmação que moro no fim do arco-íris. Um verdadeiro tesouro a minha família! Já o sabia, a fada do arco-íris só o confirmou. There are days when the good news are delayed but don't fail. Yesterday at the end of the day I had the confirmation that I live at the end of the rainbow. My family is a true treasure! I already knew it the rainbow fairy only confirmed it.


17 março 2016

Fotografias de Família / Family Photographs

No domingo passámos por uma feira de velharias. Por entre o bricabraque apenas duas coisas me chamaram a atenção um baú recheado de berlindes e umas cestas cheias de fotografias. Prendi-me nas últimas... Há aproximadamente um ano, numa feira de velharias, vi pela primeira vez fotografias de família à venda. Fiquei chocada e tremendamente emocionada. Como se podem vender fotos de família? Vender fotos de família assemelha-se a vender a própria família. Vender o nosso passado... apagar a nossa memória familiar. Quis comprá-las todas. Salvar aquelas "pessoas" a sua memória, mesmo não sendo da minha família. Mas infelizmente não tinha dinheiro suficiente. De entre dezenas comprei apenas uma. Uma misteriosa foto com 4 mulheres, datada de 1919. Desta vez afundei-me nas cestas das fotos e comprei as que pude. Eram todas da mesma família e contam a história de uma vida... da vida daquela família. Uma família abastada que viveu em palacetes e quintas entre Lisboa e o Algarve. Mas isso não bastou para que os seus herdeiros os "abandonassem" à sua sorte numa cesta suja de uma feira de velharias. Trouxe para casa este precioso tesouro que vai ser guardado como tal. Fiquei no entanto a matutar, estas fotos que são quase todas da primeira metade do séc. XX de uma altura em que uma fotografia era um bem precioso e raro para a maioria dos mortais, estavam ali à venda para quem as quisesse levar. E agora, na da era da imagem e do mundo virtual, o que vai acontecer às histórias das nossas famílias? O que vai acontecer às nossas fotos e as nossas contas nas redes sociais? 


Last Sunday we went to a flea market. Among a lot of things there was a chest full of marbles and some baskets full of photographs. Lost myself into the baskets of the photographs. A year ago I went to a flea market and for the first time I saw family photographs for sale. It broke my hearth. How can one sell family photographs? Selling family photos it's like selling the family it self. Sell our past erase our family memorie. I wanted to buy them all but I couldn't afford it. Only brought one home a mysterious photograph with 5 women dated from 1919 (the one you see on the photo). But now I dove deep into those baskets and brought some with me. They were from a wealthy family that lived in wealth houses between Lisbon and Algarve. But even with all that wealth didn't save them to be sold at the flea market. Brought home this treasure and it will kept as that. But since than I've been thinking about this. All of this photos are from the first half of the XX century from a time where a photograph where a precious good and they were there at the flea market for sale. And now in this time of image and virtual worlds what is going to happen to our family histories? What is going to happen to our photos and to ours accounts in social networking?

14 março 2016

Marcadores de Livros / Bookmarkers

No sábado a Bionascimento completou 11 anos de existência. Houve uma festa, onde se juntaram as famílias que foram acompanhadas pela minha querida amiga Sandra Oliveira. Esta comemoração diz-me muito porque eu já fiz parte, com muito orgulho, da equipa da Bionascimento. 
No final da semana passada a Sandra ligou-me. Queria oferecer um miminho às famílias e lembrou-se da minha Alma Vegetal. Ficou decidido que seria um marcador com uma mensagem especial da Sandra para as famílias. No verso a mensagem da Sandra, na frente uma  impressão da minha Alma  Vegetal. A sexta-feira foi passada a trabalhar para conseguir ter tudo pronto no sábado. Com a ajuda do  marido tudo ficou pronto a tempo.  
O resultado é o que se pode ver na foto. Eu gostei do resultado, espero que gostem também!

Saturday  Bionascimento completed 11 years old. A party with all the families that my dearest friend Sandra Oliveira had provided suport. This celebration means a lot to me because I had been proudly part of this team some years ago.
Last week Sandra called me. She wanted to offer something special to the families so she remembered my work with Alma Vegetal. We agreed in a special bookmark. In the back a special message from Sandra and in the front my work. With the help of my husband I was able to finish it on time.
The result was what you can see on the photo. I like it very much, hope you do too!


04 março 2016

Desenhos / Drawings

Com o inverno a terminar e a primavera a chegar tenho voltado às tintas, lápis e pincéis há muito esquecidos. O esquecimento veio com a maternidade. Isto não é um lamento, é uma constatação. Com a chegada de um bebé houve outras prioridades. Com a chegada do segundo bebé houve, para além das prioridades, mais trabalho. Com a escolha do ensino doméstico para os nossos filhos as prioridades continuaram a estar centradas neles. Continuam centradas neles, continuamos a fazer ensino doméstico, o que mudou foi a idade das crianças. Estão mais crescidos e autónomos, deixando-me com mais um bocadinho de tempo para mim que tenho aproveitado voltando às leituras (de contos, ainda não consigo ler uma história muito longa) e às minhas criações e aprendizagens. No meu diário gráfico tenho juntado duas aprendizagens, desenhar e plantas. Estes são alguns exemplos. Desenhar tem sido uma verdadeira terapia, ajuda-me a centrar e focar no que realmente importa. É uma espécie de meditação com lápis e pincel. Tem-me sabido tão bem que vou continuar ao sabor do tempo dos dias. With the arrival of spring I'm back to pencils and brushes forgotten a long time ago. Forgetting came with motherhood. I'm not blaming motherwood, with the arrival of a baby there were other priorities. With the arrival of the second baby beyond the priorities there was more work. With the choice of homeschooling for our children the priorities continued to be centered on them. I'm still focused on them (we continue to do homeschooling) what changed was their age. They are older and more independent, leaving me with a little more time for me. I'm back to reading tales (still can't read a long story) and to my creations and learning. In my sketch book I've been meeting two of my learnings, drawing and plants. These are some examples. Drawing has been a real therapy helping me to concentrate and focus on what really matters. It's a kind of meditation with pencil and brush. It's so good that I'm going to continue to enjoy it every time I can.